Perguntas Frequentes sobre o Compromisso Laudato Si

Sobre o que é o compromisso?

Precisamos de uma resposta urgente e holística para crise das mudanças climáticas, onde cada um de nós possa abraçar o cuidado da criação em nossas vidas, tomando medidas para mudarmos o nosso estilo de vida, e pressionando por mudanças em nossa sociedade. Qualquer um que assuma esse engajamento se compromete a fazer essas três coisas no espírito da Laudato Si’.

O que eu tenho que fazer se eu assinar o Compromisso?

O Compromisso Laudato Si’ afirma que o signatário irá “rezar pela e com a criação, viver mais simplesmente e defender a nossa casa comum”. Nós vamos fornecer recursos com ideias e maneiras diferentes para agir nessas três temáticas. Apenas pedimos que os signatários se comprometam verdadeiramente, como indivíduos, famílias ou paróquias. Embora não exista “exigências” como parte deste compromisso, esperamos que qualquer pessoa que o assine também incentive outros a assinar e procurar maneiras de se envolverem mais em torno do cuidado da criação em sua paróquia e/ou comunidade.

Quem mais assinou o Compromisso?

O Compromisso está sendo assinado por católicos em todo o mundo. Esperamos engajar 1 milhão de católicos até 2020. Por enquanto, sabemos que indivíduos, famílias, paróquias e organizações católicas em todo o mundo estão assinando o Compromisso. Também foi assinado e aprovado por todos os Bispos das Filipinas, Cardeal Cláudio Hummes, teólogo Leonardo Boff, a negociadora do clima Christiana Figueres e muitos outros.

Por que devo assinar/me preocupar sobre as mudanças climáticas?

Já vemos os efeitos das mudanças climáticas – 2016 foi o ano mais quente registrado, 2015 foi o ano mais quente antes disso e 2014 também. Severas secas, tempestades, e aumento do nível do mar estão levando as pessoas ao redor do mundo a fugirem de suas casas. Além disso, a Laudato Si’ pede “conversão ecológica” e destaca que o cuidado com a criação é uma parte essencial da nossa doutrina, somando-se a declarações anteriores do Papa João Paulo II e do Papa Bento XVI. Precisamos nos preocupar com as mudanças climáticas e agir como “cidadãos responsáveis e seguidores de Cristo”, como disse o Papa Francisco.

O que as pessoas que assumem o Compromisso realmente fazem?

Assinar o compromisso mostra que você está junto com milhões de outros católicos para agir sobre as mudanças climáticas. Rezar pela e com a criação, viver com simplicidade e defender a nossa casa comum fará uma grande diferença. Ao rezar, nos colocamos em solidariedade com todas as criaturas em todo o mundo e nos tornamos mais conscientes da presença de Deus na criação. Milhões de indivíduos que mudam seu estilo de vida podem somar e fazer um grande impacto nas emissões de carbono, levando também a mudanças sociais. A defesa da casa comum levará às mudanças necessárias na política – não só a nível nacional, mas também em cidades e estados. No nível local estão as decisões que incluem ciclovias ou financiamento de transporte público, incentivos fiscais em energia solar e outras formas de energias renováveis, mostrando porque precisamos de pessoas envolvidas em nossas comunidades. Você pode fazer isso por conta própria mas assinando o compromisso, você receberá sugestões e recursos adicionais e, ainda mais importante, se juntará a uma comunidade global engajada no cuidado da casa comum.

O que é o Movimento Católico Global pelo Clima?

O Movimento Católico Global pelo Clima é formado por católicos em todo o mundo comprometidos em viver a Laudato Si’ e defender a nossa casa comum. Somos formados por mais de 400 organizações parceiras e milhares de indivíduos que se sentem chamados pela fé para responder e conscientizar sobre as mudanças climáticas.